Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

vinho tinto

vinho tinto

18
Dez04

do sangue

há momentos em que me odeio. por não conseguir evitar odiar-te, odeio-me. eu sei, não foste tu que te perdeste, foi a tua consciência de ti, mas há momentos em que é como trazer flanelas vestidas no verão e teres sido tu a vestir-mas. é como ser a única folha dourada na primavera por não te poder beber. odeio-te por saber que te amo sem te saber. por vezes odeio a inevitabilidade do amor. sabes, dói muito não te saber, mas dói ainda mais não saber se me sabes, dói ainda mais não saber se alguma vez me encontras na tua busca de ti próprio.

*

um dia saberás que te procuro todas as noites. o labirinto é enorme e muito escuro, é feito de escadas em caracol e rampas de memórias. percorro-o quase como fazias para te encontrares. lembro-me, costumavas procurar-te nas serras, que subias e descias infinitamente, e no pêlo de animais abandonados. juro-te, procuro-te muito todas as noites. há muitas portas, todas fechadas. uma noite arrisquei uma delas, era de água e pareceu-me fácil. consegui atravessar o medo e mergulhar na água gelada, mas, do outro lado, apenas um pássaro a voar muito alto e a espiral descendente dos teus olhos. por vezes a tua cara. procuro-te como te procuravas na alucinação das imagens e nas florestas de tempo. já te perdi há muito tempo. não sei se ainda procuras as tuas mãos no abandono das sombras. não sei se chegaste a descobrir-te, eu ainda não te encontrei, mas, um dia saberás, procuro-te muito todas as noites. no teu fantasma. nas tuas mãos de árvore antiga.

lfdsa


Subscreva o
"Poema Semanal"

E receba gratuitamente uma cópia em PDF do meu livro «Muros e Amor»

* indica que o campo é obrigatório
Email *
Primeiro Nome
Último Nome

Sigam-me

lfdsa

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2002
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
lfdsa

Arquivo Temático


AVC-R
AVC Do Amor
Diário
Música
Prosa
lfdsa

Links

blogs

cinema

editoras

jornais & TV

poesia

revistas

outros

sugestões

  • Mandem as vossas sugestões para luisfdsabreu@gmail.com. Obrigado!
lfdsa